Linha de atuação

Restauração florestal

O que é?

 

Ao longo do tempo, as florestas vêm atendendo às mais diversas necessidades humanas. Entretanto, a exploração indiscriminada da natureza e a ocupação desordenada do território tem sido um traço marcante no desenvolvimento rural e urbano.
 
A situação da cobertura vegetal natural do estado de São Paulo é uma das mais críticas no país, ocupando apenas 13,94% de seu território. Estima-se que um milhão de hectares de áreas ciliares encontram-se desprotegidos. Estamos diante de um cenário que exige uma urgente restauração das áreas desmatadas, pois sem florestas, colocamos em risco os recursos hídricos, o equilíbrio climático, a biodiversidade e tantos outros serviços ambientais do qual dependemos. 

 

Restauração Florestal não se resume ao mero ato de plantar árvores. É necessário voltar o olhar para o reestabelecimento dos processos ecológicos originais. Alguns fatores, como a presença de elevada riqueza de espécies nativas regionais e da fauna, passam a ser fundamentais para dar suporte à reconstrução de uma floresta cada vez mais complexa, diversificada e estável. 

 

O Instituto Refloresta está fortemente engajado nas ações de restauração florestal e atua ao longo de toda a cadeia envolvida nesta atividade: atuamos na produção de sementes e mudas nativas; fomentamos, executamos e monitoramos projetos de restauração florestal, mobilizando comunidades rurais e urbanas.

 

A realização de projetos financiados por fundos públicos e patrocínios privados tem beneficiado inúmeros agricultores que recebem apoio técnico e material para restauração florestal de suas propriedades. Além disso, há mais de duas décadas, o Refloresta realizada consultorias e prestação de serviços florestais.
 

 

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom

Biblioteca

ATTANASIO, Claudia M. Manual técnico: Restauração e monitoramento de mata ciliar e da Reserva Legal para a Certificação Agrícola – Conservação da biodiversidade na cafeicultura. Piracicaba: Imaflora, 2008. (link externo)

MORAES, Luiz F. D. Manual técnico para a restauração de áreas degradadas no estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2013. (link externo)

RODRIGUES, Ricardo R.; BRACALION, Pedro H. S.; ISERNHAGEN, Ingo (org.). Pacto pela restauração da Mata Atlântica: Referencial dos conceitos e ações de Restauração Florestal. São Paulo: Lerf/Esalq; Instituto BioAtlântica, 2009. (link externo)

João Carlos Seiki Nagamura e Roberto Bretzel (org.). Subsídios para a construção de políticas municipais de florestas em zonas rurais e urbanas. São Paulo: Instituto Refloresta, 2016.

Please reload

Conheça as outras linhas de atuação