Educação ambiental

Viveiro educador

Projetos e atividades:

O que é

 

Os viveiros florestais do Instituto Refloresta não são meros espaços de produção de mudas. Além do caráter produtivo, temos a intenção de que eles sejam verdadeiros espaços de aprendizagem e que estejam fortemente integrados à comunidade, propiciando oportunidades para troca de experiências, convivência e articulação.

 

De fato, viveiros florestais são, por natureza, espaços potenciais para a realização de atividades de educação ambiental. O próprio processo de produção das mudas envolve elementos e situações que podem servir como mote para a apresentação dos processos ecológicos, bem como para discussão de diferentes temas ambientais, partindo do cotidiano local e chegando à escala global.

 

É por tais motivos que o Instituto Refloresta mantém o projeto Viveiro Educador. As atividades do Viveiro Educador ocorrem permanentemente e vêm sendo viabilizadas ao longo dos anos por meio de patrocínios e outras parcerias. Entre 2010 e 2013, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) patrocinou o projeto, permitindo um relevante aprimoramento de vários processos, o que proporcionou o alcance de significativos resultados. Nesse período, cerca de 3800 pessoas participaram das visitas monitoradas e das oficinas ambientais temáticas. O viveiro também passou por várias melhorias: foi construído um espaço de vivência; os caminhos internos foram regularizados, melhorando as condições de acessibilidade; vários equipamentos pedagógicos foram construídos e adquiridos; e foram instalados recursos de sinalização para que os visitantes pudessem ter acesso a informações sobre as espécies, as instalações do viveiro e todo o processo de produção. Além disso, durante esse período, a equipe de educadores e monitores do projeto adquiriu uma experiência significativa, criando, adaptando e aperfeiçoando várias atividades que hoje são oferecidas.

 

Atualmente, o Viveiro Educador oferece as seguintes atividades:

 

Visita Orientada – Conhecendo o Viveiro

Os visitantes percorrem os diversos espaços do viveiro, onde podem aprender sobre o processo de produção de mudas e conhecer as instalações, os equipamentos utilizados e as espécies cultivadas. Além disso, participam de dinâmicas lúdicas, que tratam, de forma concreta, de temas ambientais de relevância, como as florestas, a água e o lixo.

 

Oficinas Pedagógicas Temáticas

São atividades oferecidas aos grupos que já participaram da Visita Orientada. Para isso, foi elaborado um “cardápio” de 14 oficinas com temas diferentes, tais como “Pintando com a Natureza”, “Água”, “Biodiversidade” e “Aquecimento Global”. Essas oficinas visam aprofundar os temas por meio de atividades práticas e coletivas, como brincadeiras, experiências e dinâmicas.

 

Espaço Aberto

O Viveiro Educador oferece também o Espaço Aberto, destinado a grupos de interesses variados. O viveiro é, frequentemente, visitado por agricultores, técnicos, gestores públicos, grupos de alunos de Ensino Médio e Superior, pesquisadores, ONGs etc. Nestes casos, é preparada uma atividade especial, visando atender aos interesses específicos do grupo. Nessas atividades, são abordados, por exemplo, os aspectos técnicos do viveiro e da produção de mudas ou mesmo a forma de gestão e de atuação e os trabalhos do Instituto Refloresta.

 

 

Localização e contato

 

Atualmente, as atividades do Viveiro Educador são realizadas no Viveiro Refloresta – Pilar do Sul

 

 

Vigência

 

Em andamento

 

Financiadores

Sabesp (2010-2013)

 

 

 

 

Instituições parceiras

 

 

Biblioteca

 

Projeto Viveiro Educador – Relatório Final. São Paulo: Instituto Refloresta, 2013.

Folheto Viveiro Educador – Refloresta – Pilar do Sul. São Paulo: Instituto Refloresta, 2013.

BRASIL; MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE; SECRETARIA DE ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL E CIDADANIA AMBIENTAL; DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Viveiros educadores: plantando vida. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2008. (link externo)

Ministério do Meio Ambiente, Diretoria de Educação Ambiental; Ministério da

Educação. Coordenação Geral de Educação Ambiental. Programa Nacional de Educação Ambiental – ProNEA. 3. ed. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2005. (link externo)

Please reload

 

 

Notícias relacionadas

 

Please reload